Causando

Eu e a Polícia – Parte III e IV

Faz tempo que nao ocorre nenhum fato inusitado entre eu e a policia! Para quem estava com saudades da Parte I e Parte II, lancarei duas partes de uma vez!

Parte III:
Estavamos andando na estacao de Hibiya, eu e minha irma, muito empolgada e saltitante contando sobre o dorama(novela japa) que estou assistindo todos os dias, eu gesticulava e falava alta contando a historia, com o rabo de zoio eu vi dois policiais vindo em direcao contraria, passaram por nos.
Eu de repente parei:
– Ai perai deixa eu amarrar meu tenis.
Agachei e minha irma esperando…
Levantei, OPAAAAAAAAAAA-STOP! Os dois policiais voltaram com tudo, plantandos na nossa frente, um com cara bem serio e o outro gordinho estava todo sorridente-borboleta.
– De que pais voces sao?
*Lizi, jah estava borrando as calcolas ahuahauha
– Do Brasil
– Cade os documentos.
– Lizi pega seu passaporte.
Eu mostrei meu R.G.-Gaijin Toroku para o policial e minha irma o passaporte para o gordinho, eis que surje a frase, ele olhando para a foto do passaporte da minha todo feliz:
– Kawaiiiiiiiiiiiiiiiiii neeeeeeeeehhhhhhhhh (Que bonitinhaaaaaaaa nehhhhhhhh)
affff, sinistro, eu tive que disfarcar com um sorriso amarelo….
e o outro virava e virava novamente meu documento nao sei que tanto olhava.
Entregaram o documento, agradeceram e foram embora.
Aauhauhaua, agora dou risada, mas na hora nossa eh um perrengue, a cara da minha irma e e a minha cara vermelha foi impagavel!

Parte IV:
Hora do almoco, fui comprar o meu querido bentou-marmOta, comprei, recebi o troco e coloquei a carteira no bolso. Na volta atravessamos o farol correndo pois jah estava piscando para pedestre, acelerei o passo, e subi o predio. Cheguei na sala, como habitualmente faco, coloquei meu almoco na mesa, e tirei carteira do bolso.
UEEEEEEEEEEE Cade a carteira? SUUUUUUUUUMIUUUU MIUUU MIUUU!
Mexe daqui, procura de lah! E nada, a carteira desapareceu! Sai correndo e percorri todo o caminho, para ver se estava caida no chao, voltei na padaria e nada!!!
Ai comecou a bater o despesero, jah estava imaginando eu na prefeitura no dia seguinte tirando todos os documentos e cancelando os cartoes do banco! A Ce(companheira de apuros, jah foi comigo no hospital, no massagista, na prefeitura, na imobiliaria etc. etc.) estava comigo:
– Eh nao achamos vamos ali no koban(posto policial) fazer uma ocorrencia.
Eu estava sem reacao, ainda matutando em que momento que perdi a carteira, se fosse no Brasil a primeira coisa que acharia, eh que fui assaltada! Mas aqui… onde serah que perdi a bendita!
Jah que nao encontramos, entramos no posto, eis que olho o policial e em slow motion, olho para baixo ele estah contando as minhas notas, e a minha carteira aberta!!!
UFAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!
Ele: Um homem achou a carteira no cruzamento e deixou aqui.
Pensei que era soh pegar de volta e cair fora, mas que nada, tive que mostrar meu R.G. sorte que estava em outro bolso, ele viu que eu era a dona, depois preenchi uma papelada, como se estivesse fazendo a ocorrencia do caso, a papelada era em ingles para estrangeiros, achei o maximo, eles pensam em tudo!
Enquanto isso ele continuava a tirar tuuuuuuuuuuuuudo o que tinha na minha carteira, ateh os santinhos, minhas notas da sorte, affff virava e desvirava tuuudo, achou ateh moeda que eu nem sabia que tinha!
Depois que preenchi a papelada, ele pega o telefone e solta um aviso para as unidades policiais:
– O caso da carteira jah foi resolvido, apareceu a dona!
Depois ele confere com o seu supervisor, e liga daqui e liga de lah, sabe como eh, “Procedimentos JAAAAAAAAAAAAAPONESES”! E para o meu alivio estava tudo certinho ateh o dinheiro 14.000 ienes – mais de 200 reais, meus cartoes, meus point card, meus santinhos etc.
Para encerrar, ele finalizou:
– Tome mais cuidado da proxima vez!
SIM SENHOR!

6 comentários em “Eu e a Polícia – Parte III e IV

  1. adorei o blog!
    eu tb tenho um monte dessas aventuras e mikos em terras niponikas… principalmente dos meus primeiros anos de japao…
    no caso de policiais, entao…
    eu perdi a chave da minha bike no mercado, e comprei uma serrinha do 100 yen pra cortar o cadeado. E eis que os japas chamaram a policia pra mim
    era recem chegada, e nao conseguia me virar bem no meu “nihongues”… enqto eu tentava me explicar, varias pessoas passavam olhando, e minha irma, em vez de me ajudar, fikou de longe tirando fotos com o ketai, e mandando pra todos os amigos… um horror
    mas vc pode encontrar essas e outras historinhas no meu blog
    ahhh sim, vou te linkar tb ok?
    bjos

  2. Ja perdi e esqueci a carteira em lojas umas 3 vezes. Duas vezes eu tive que passar pelo que vc passou. Uma vez, ela nao apareceu.
    No Jpo, voce tem que gratificar quem encontra a carteira em 20 % do valor em dinheiro que esta na carteira. Muito menos do que o valor, o que mais vale a pena e dar pela honestidade das pessoas, na e?
    Muito bom seu blog. Parabens

  3. Ola Emezeto, obrigado pelo comentario! Sabe que eu perguntei para o policial, e ele disse que a pessoa nao quis deixar nome nem nada, uma pena gostaria mesmo de agradecer! Nao sabia dessa historia de gratificacao. Vamos ver se fico mais atenta! hehehe
    beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *